Título de Capitalização: bom ou ruim?

Com certeza em algum momento da sua vida você já deve ter ouvido falar em "títulos de capitalização", mas, por falta de interesse ou curiosidade, não pesquisou a fundo pra saber o que era. Até agora. Mas será que é bom ou ruim? Antes de qualquer coisa vou te explicar o que exatamente é um título de capitalização.

O que é?

O título ou investimento de capitalização é como uma “economia programada” em que todos os meses (ou dependendo de um o período definido), o banco vai retirar uma grana da sua conta para comprar esse título. Durante esse mês ou tempo definido do título, você concorre a diversos sorteios de prêmios e, ao final do prazo, pode retirar todo o dinheiro que colocou. É como se você fosse forçado a economizar.

Existem diversos tipos de título de capitalização que são oferecidos pelos bancos, mas a maioria segue o mesmo padrão. A segurança desse produto está no próprio banco e ele é considerado uma espécie de seguro, sendo regulamentado pela Susep (Superintendência de Seguros Privados, ligada ao Ministério da Fazenda).

Vale a pena?

Levando diversas questões em consideração, ao meu ver, não vale a pena. O título de capitalização rende (quase) nada. Como falado acima, é só uma forma de economizar na marra, com a vantagem de concorrer a prêmios. Mas quando o banco devolve o dinheiro, ele devolve com uma mínima quantia a mais em relação ao valor depositado.

Ao comprar um título de capitalização, parte de seu dinheiro vai custear os prêmios dos sorteios (cota de sorteio), parte de seu dinheiro vai pagar a taxa do banco (cota de carregamento) e só uma terceira parte vai sofrer alguma rentabilidade (cota de capitalização). Na poupança, por exemplo, toda a quantia participa do cálculo.

Você investir em títulos de capitalização serve apenas para acabar não gastando com outra coisa, mas existem investimentos muito melhores. Já falei de alguns aqui no blog.

Fora que investir em títulos não te ensina nada sobre rendimento. Sobre economizar grana, tudo bem, mas a parte de investir e colher depois, não dá retorno suficiente ou significativo.

Não perca os próximos conteúdos do blog para ficar por dentro de mais tipos de investimento.

 

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!