O que escolher: CDBs, RDBs, LCIs, LCAs, Tesouro Direto, ...?

CDB / RDB

CDB = Certificado de Depósito Bancário / RDB = Recibos de Depósitos Bancários

Tratam-se de investimentos conservadores de Renda-Fixa no qual você, o investidor, empresta dinheiro para o Banco. Com esse dinheiro, o banco investe com seus clientes e ganha dinheiro, desse dinheiro, parte vai para quem o emprestou. Ou seja, trata-se de dinheiro barato para os bancos renegociarem a maiores juros.

Dentro de bancos de varejo (Bradesco, Santander, Itaú, Banco do Brasil, ...) dificilmente os CDBs difilmente passam de 90% do CDI, o que é justificado pelo aspecto conservador do investimento, no entanto já superam rentabilidades de poupança. Além disso, via de regra quanto menor a liquidez (acesso ao dinheiro), maior a rentabilidade. Fora do mercado de varejo é possível atingir rentabilidades superiores, que podem chegar à 120%CDI. Sendo que para algum tipo de problema com o Banco, independente de qual seja, há a garantia do FGC por trás.

Tal definição se aplica tanto ao CDB quanto ao RDB, sendo a diferença entre os dois apenas a possibilidade de se retirar o capital antes da data estipulada. Se no CDB é possível retirar, no RDB o título é inegociável e intransferível

 

TÍTULOS PÚBLICOS

Esse tipo de investimento de Renda Fixa está entre os mais conservadores do mercado, pois significa que você está emprestando dinheiro para o governo, sendo assim, a chance de quebra beira a impossibilidade. O responsável pela administração dos títulos públicos é o Tesouro Nacional, que disponibiliza três tipos básicos de investimento fundamentamente diferentes:

Tesouro Direto SELIC - Mais conhecido no mercado, tem liquidez diária e rende aproximadamente 100% do CDI - Está entre os investimentos mais recomendados para um Reserva de Emergência

Tesouro Direto Pré-Fixado - Muito utilizado por grandes players do mercado, é situacional, escolhe-se dentro das opções oferecidas quanto será de rentabilidade no período e deixa-se o dinheiro rentabilizar até a chegada da data. 

Tesouro Direto IPCA - Esta é provavelmente a modalidade mais conservadora, uma vez que rentabiliza proporcional à inflação, ou seja, mantém o poder de compra, enquanto paga uma pequena diferença em rentabilidade. Uma excelente opção em caso de instabilidade futura.

Para investir no Tesouro Direto é possível se utilizar de bancos e corretoras como XP, Easynvest, Rico, etc.

LCI / LCA

LCI = Letra de Crédito Imobiliário / LCA = Letra de Crédito do Agronegócio

 

Tratam-se de investimentos criados para fomento dos setores imobiliário e do agronegócio. Como muitas vezes a rentabilidade deste tipo de opção acaba perdendo para as demais opções, o governo isenta os investidores do Imposto de Renda associado, sendo assim, o mercado continua captando recursos e os investidores, ganhando dinheiro com suas aplicações. Este investimento é considerado como Renda Fixa e é protegido pelo FGC

 

IMÓVEIS

Há quem diga que investir em imóveis está entre as melhores opções disponíveis no mercado. Desde que se tenha conhecimento na área, saiba se identificar bons imóveis e tenha-se desenvoltura para negocição, é possível ganhar dinheiro neste setor. Isso ocorre muito com quem está inserido na área, tem contatos e conhecimento de mercado para identificar oportunidades. Para os aventureiros, o que parece a solução de todos os problemas acaba se tornando um massivo elefante branco, que carrega consigo um passivo gigante de manutenção, limpeza, tributos, condomínio (apartamentos), taxa de iluminação, taxa de lixo, entre outros ônus.

 

NOVO NEGÓCIO

Menos de 80% dos negócios que foram abertos no Brasil de 2010 a 2012 sobreviveram os primeiros 2 anos (Sebrae, 2016). Negócios são fechados todos os dias, não por falta de criatividade, esforço ou competência. Talvez por falta de consonância entre estes e outros fatores, abrir uma empresa e ganhar dinheiro com ela no Brasil é algo extremamente desafiador e que exige dedicação inigualável. 

De qualquer forma, para aqueles que desejam transcender seus ganhos, esta sem dúvida é a de maior potencial. É através da criação e crescimento de empresas que grandes fortunas são criadas e, embora já existam incontáveis empresas em todas as áreas, o mundo muda constantemente e oportunidades aparecem a cada instante.

 

OURO

Durante alguns anos, tem se mostrado um investimento de respeito, com excelentes números. A sua taxa de valorização extrapola a média, estando, inclusive, a frente da Bolsa de Valores. Já diz Marcos Maluf: “Investir em ouro pode ser uma boa opção para diversificar as aplicações, para os que têm um perfil de aversão ao risco e querem uma aplicação mais segura no longo prazo”. 

MOEDA INTERNACIONAL

A compra de moedas internacionais é interessante àquele que deseja diversificar apostando em mercados mais estáveis que o brasileiro, nesse sentido, a moeda mais utilizada é o Dólar, dada a força dos Estados Unidos. Todavia, ganhar dinheiro comprando moeda internacional já é para perfis arrojados, que tem entendimento real de mercado a ponto de prever pequenas e médias alterações cambiais.

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!