Investir na própria empresa: bacana ou atraso?

A primeira ideia que um empreendedor tem ao abrir um negócio é mantê-lo a ponto de estabilizar e, então, começar a investir no crescimento. É extremamente importante investir na própria empresa para crescer, aumentar seu portfólio, operação, budget e staff para ganhar área, clientes e obter ainda mais lucro.

O começo

Quando você está começando fica difícil pensar em investir por não querer arriscar os possíveis lucros e entrar numa bola de neve de dívidas. Mas tenho que te informar que é necessário investir em melhorias.

Ganhe escala. Automatize!

Outro fator importante é automatizar os processos. Assim, não gasta tanto tempo com organização de tarefas rotineiras que podem ser realizadas automaticamente por um sistema ou uma metodologia ágil de trabalho. Não automatizar processos é um dos motivos pelos quais muitos empresários acabam se dando mal e fechando as portas.

A automação, além de agilizar as obrigações, faz com que você reduza custos de operação. Quanto mais automático, menos tempo perdido, e tempo é dinheiro. Com esse tempo (e consequentemente dinheiro) economizado, é possível até reduzir o quadro de funcionários momentaneamente para planejar uma expansão mais segura da empresa.

O objetivo é investir na própria empresa para reduzir custos a longo prazo. Com isso, você aumenta seus lucros com essa diferença de gastos. Vale muito a pena se organizar para criar uma estratégia de crescimento da empresa e ir ainda mais longe.

Gostou?

Quer mais dicas sobre investimentos? Confira o texto que eu escrevi sobre Investimento como uma ferramenta. Lá eu falo um pouco sobre os tipos de investimento e a importância do planejamento financeiro.

Não esqueça de assinar a Newsletter aqui embaixo para ser avisado sempre que sair texto novo aqui no Blog!

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!