Educação financeira também serve para crianças?

A importância do dinheiro para as crianças

Remete-se à infância um pensamento de simplicidade. Como as crianças ainda estão se desenvolvendo, as obrigações devem ficar a cargo dos adultos enquanto elas brincam e crescem. Mas como estão aprendendo coisas, também dá para ensinar a elas a importância do dinheiro e, de principalmente, poupá-lo. Afinal, quando crescerem terão que lidar bastante com ele.

Vemos filhos pedindo coisas exorbitantes para os pais e principalmente naqueles momentos em que o dinheiro não tá sobrando. Tem como ensiná-las a dar a famosa segurada? Tem sim e se deve fazer isso.

A Educação Financeira é baseada em quatro pilares, sendo eles: ganhar, gastar, poupar e doar. As crianças precisam esses conhecimentos para evitar irresponsabilidade com seus ganhos e com os ganhos de outros, principalmente os pais e os futuros parceiros em relacionamentos quando crescerem.

Como ensinar educação financeira?

Uma saída interessante é mostrar a eles a ideia do cofrinho. Mostrar a uma criança que ela pode acumular uma quantia para atingir um objetivo é fascinante.

Comprar uma bicicleta, um videogame e juntar dinheiro para chegar lá é extremamente importante e satisfatório para os pequenos. Nesse momento, eles entendem os conceitos da paciência, perseverança e que atingir objetivos a longo prazo envolvendo dinheiro pode ser prazeroso no final.

Educar financeiramente as crianças é um processo gradual que precisa ser observado nas várias etapas de vida delas, orientando, corrigindo e mostrando o que devem fazer para permanecer naquela linha. Assim eles aprendem ainda mais cedo a serem autossuficientes.

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!