Dicas para pechinchar e sair ganhando em uma negociação

Vários preços podem ser negociáveis, sejam eles de produtos, serviços e afins. E para chegar a um bom resultado em uma negociação utilizando a barganha, é preciso saber pechinchar.

Mas atenção! Não é por que uma pessoa não sabe negociar que ela não pode desenvolver táticas para chegar em um valor mais acessível de pagamento.

E foi pensando nisso que eu reuni algumas dicas para te auxiliar nessa jornada em busca de preços melhores.
 

PESQUISE

Não saia por aí achando que vai inventar o preço ideal da sua cabeça. É necessário realizar pesquisas antes para saber por onde começar a se basear nos valores que vai tentar conseguir pagar.

Uma ideia interessante é balancear entre preços um pouco acima da média e preços abaixo da média, intercalando entre um básico e um premium, por exemplo. Encontrando algo nesse meio você já pode conseguir argumentar.
 

SE QUER BASTANTE DESCONTO, VAI TER QUE GASTAR MAIS

Parece contraditório dizer isso, já que a ideia é justamente gastar menos. Mas um fato é que quanto mais se compra de um produto (ou se contrata de um serviço) vai ficando mais fácil conseguir acordos em relação ao valor.

Nos supermercados alguns produtos vendidos em conjunto ou em maiores unidades já vêm de certa forma negociados. Seu valor individual somado daria um valor maior do que o oferecido na caixa com mais unidades, por exemplo.

Algo que funciona é conversar sobre o preço de um pacote ou várias instâncias de um serviço sendo realizado em busca de um descontinho. Manter a fidelidade voltando no local também é uma boa abertura para futuras negociações de valores.
 

ENTENDA O MOMENTO

Nem sempre pechinchar é uma boa ideia, pois precisa entender o momento. Há produtos que são praticamente sazonais, como aquecedores, por exemplo. Além de que há momentos em que são mais fáceis as chances de negociações como o fim do expediente, quando não há mais clientes, e o vendedor deseja fechar o dia com um lucro a mais. 
 

ANALISE O AMBIENTE E O VENDEDOR COM QUEM VAI NEGOCIAR

A primeira coisa a se fazer após a pesquisa é entender o ambiente onde vai comprar, buscando saber se a empresa permite que os vendedores façam negociações ou não. Se não, em último caso, você pode tentar falar com o gerente, do contrário não insista demais.

Quando é permitido a barganha, a ideia é apresentar seu preço. O vendedor precisa entender que você tem um certo valor em mente para pagar apesar de ele ter o dele que é o estabelecido para tal venda. Isso ajuda em uma negociação, pois o vendedor tentará ser empático para conseguir fechar uma venda.

Caso não consiga fazer essa jogada, uma boa ideia é ficar em silêncio ao ouvir um preço. Olhe para o produto como se o estivesse avaliando, pensando se aquele preço vale a pena. Ninguém gosta de perder vendas e esse silêncio pode acabar lhe rendendo uma proposta boa para pender para o lado do "sim". 

Outra dica importante: seja sempre gentil!
 

VERIFIQUE O ESTADO DO PRODUTO

Quando compramos ou queremos comprar um produto, o ideal é que ele esteja intacto, em perfeitas condições. É nesse estado que ele vale o que é estabelecido. Caso tal produto não esteja impecável, é direito do consumidor pedir redução de preço.

Mas isso não vale apenas para produtos como também vale para serviços que devem ser executados perfeitamente. 

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!