Dicas incríveis para você usar menos o cartão de crédito

O cartão de crédito é um artifício oferecido pelos bancos que pode até ser um baita quebra-galho. É confortável poder gastar e parcelar compras sem ter dinheiro em conta ou no bolso para pagar só depois. Até aí, tudo bem. A coisa complica quando o cartão de crédito vira parte do orçamento.

A partir do momento em que usar o cartão de crédito se torna necessidade (e não comodidade) é hora de rever os conceitos.

Muitas pessoas pagam suas faturas, ficam sem dinheiro e utilizam do cartão de crédito para coisas básicas, virando uma bola de neve quase sem saída. E digo "quase", porque existe saída SIM! Basta seguir as dicas a seguir.

 

CONTROLE OS GASTOS

Mesmo que você utilize todo seus rendimentos para pagar uma fatura, você deve entender que boa parte daquele valor que vem na fatura foi gasto com itens que poderiam ter sido evitados. A ideia inicial é se controlar. Dez reais gastos ali, outros vinte ali e você já gastou mais de cem sem nem perceber.

Então evite! Se possível, deixe o cartão em casa quando for sair para qualquer lugar, seja para o trabalho ou até mesmo para um passeio.

 

PREFIRA O DÉBITO

Ainda que seja difícil, prefira gastar o dinheiro que você tem de verdade. Você controla bem melhor o que está gastando quando o saldo subtrai na hora.

Alguns sistemas de cartão de crédito em aplicativos para telefone demoram horas para atualizar os valores. Isso faz com que o consumidor fique perdido e quando o sistema atualiza vem aquele susto.

 

DEFINA UM OBJETIVO FINANCEIRO 

Poupar apenas para não pagar uma fatura absurda é um motivo bom o suficiente para dar aquela segurada? Pode ser, mas pra muita gente acaba não sendo barreira o bastante para o famoso "só dessa vez".

Portanto, definir um objetivo financeiro pode ajudar a focar melhor. Saber que está poupando para algo mais importante e relevante pode ajudar a derrubar os gastos no cartão de crédito e consequentemente no valor da fatura.

 

EVITE AUMENTAR O LIMITE

Os bancos sempre aparecem com ofertas de aumento do limite do cartão de acordo com o quanto você está gastando. Se já está apertado pra você com o limite atual, não caia nessa!

Um limite maior significa maior margem para gastos e quando a fatura fechar a dor de cabeça vai ser ainda maior, podendo resultar até em inadimplência.

 

RESERVE UMA QUANTIA PARA INVESTIR TODO MÊS

Fazendo o controle de gastos, você vai conseguir reservar parte do que recebe para investimentos. Diminuindo o valor da fatura e poupando esse dinheiro, você pode dar um fim mais útil para ele. Investir na poupança seria uma boa opção para prazos mais curtos, como até seis meses, por exemplo.

Para prazos maiores, um bom fundo DI, com taxa de administração inferior a 2% ao ano. Outra boa opção seria títulos públicos.

Não perca os próximos conteúdo do blog! Assine nossa newsletter para receber em primeira mão os conteúdos novos.

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!