Chega de trabalho. Cheguei nos 50.

 

Números na mesa. Pré-requisitos ok, cálculos feitos. E agora? No artigo “Tenha uma previdência da qual sinta orgulho”, teve-se contato com a matemática de uma estrutura de longo prazo, no entanto resta saber, como se utilizar dessa inteligência para transformar os seus desejos (agora já com mais cara de objetivos), em realidade.

 

O potencial humano é incalculável, seja para pessoas de saúde incorruptível, ou para outros de saúde frágil ou deficiência. Mesmo perante as condições mais desfavoráveis, a dedicação e resiliência humana tem o potencial de trazer resultados excelentes, feitos reconhecidos por indivíduos do mundo todo. Por quê? Pois a maioria de nós não faz o que é preciso para chegar ao resultado. E portanto pensa que chegar a tal é uma tarefa impossível.

 

Não estou fugindo do tema. Estou trabalhando de forma lúdica para tentar explicar porque a maioria das pessoas não fica milionária antes dos 50, 60 anos de idade.

 

Foram apresentados atalhos e caminhos para se iniciar um planejamento de longo prazo, no entanto, mesmo tendo lido e adquirido o conhecimento, quantas ações foram tomadas? Tudo aquilo que o afasta de chegar e conquistar o que deseja é um desafio a ser combatido. A desvontade de ler um texto pela extensão é um desafio a ser vencido. A repetitividade e lentidão do autor requer a sua resiliência e é também, por isso, um desafio! São infinidades de dificuldades e problemas a todo momento e é a sua resiliência que vai determinar o seu resultado. Mais nada.

 

Por isso no artigo “Sua aposentadoria está em risco! Você está sendo enganado”, fala-se em pedir ajuda para alguém que acredita no caminho que você está trilhando e pode auxiliá-lo perante as dificuldades. Não que isso seja uma necessidade, como já foi dito, você é um ser de possibilidades infinitas! Pode e irá alcançará tudo que desejar se colocar energia para isso e se manter forte no trajeto. E se esse é o seu caso, os seus próximos passos são:

 

Estudar e entender: qual modelo é preferível no seu caso PGBL ou VGBL; qual forma de tributação faz mais sentido: Progressiva ou Regressiva; qual empresa oferece o melhor plano de longo prazo (considerando: fundos DI que trabalha e taxas efetivas de administração e carregamento)

 

Agora, se você prefere ganhar dinheiro onde já sabe e criar uma expertise na sua área de atuação, peça uma ajuda consciente, sabendo e exigindo o que o profissional ou colega deve apresentar para a sua tomada de decisão (as respostas para tudo que está acima).

 

Com isso encerro, por agora, o tema da aposentadoria.

 

Para a próxima semana: Aluguel ou Casa Própria? Inscreva-se na Newsletter e seja o primeiro a ter as respostas.

Fonte: 

Curtiu? Coloque aqui o seu E-Mail e receba os próximos artigos!